Soluções que se aplicam a toda evolução patogenética do COVID-19: Parte I – Denúncia

Diante da proposta criada pelo VI Curso de Homeopatia Preventiva em se aplicar soluções a toda evolução patogenética do COVID-19, que diga-se de passagem, está sendo arrasadora diante da imunogenética atual da humanidade o que pode enfatizar a tese defendida por GRISOTTI (2020) de que:  “Para Grmek (1993), a única possibilidade de uma doença ser considerada como nova, advém da possibilidade de acidentes ocasionados por manipulação de organismos patogênicos em laboratório, bioterrorismo ou manipulações genéticas. Porém, mesmo nessa possibilidade, Grmek reconhece a existência de uma certa continuidade com o passado, pois nenhum organismo poderia originar-se de geração espontânea” (GRISOTTI; AVILA-PIRES, 2010; GRISOTTI, 2016), o que pode justificar também toda evolução patogenética desta incomum pandemia, quando urge repensar as pesquisas sem ética e sem controle social, sendo desenvolvidas ainda por traz da “cortina de ferro”, e que nunca foram submetidas à transparência social através de um Comitê de Ética de Pesquisa, tão bem consagrada em nossas instituições brasileiras.

Dito isso, queremos focar agora algumas características patogenéticas do COVID-19, que urge identificar dentro da lei da similitude, medicamentos homeopáticos já consagrados pela imensa experiência clínica dos grandes homeopatas catalogados na História de 220 anos de Homeopatia aplicada e bem caracterizada hoje, no nossa Farmacopéia Homeopática Brasileira, mesmo diante de trabalhos experimentais, hoje publicados, que demonstrem também em ratos por MORAES e al.(2020), que os medicamentos Calcarea carbônica e Baryta muriática foram capazes de aumentar a locomoção dos animais mesmo sem alteração na densidade óssea e a Baryta muriática agiu na melhora cognitiva dos animais em comparação aos outros grupos, colocando também a homeopatia como ciência experimental nos dias atuais.

Referências Bibliográficas

Comitê em Ética em pesquisa http://www.saude.ba.gov.br/educacao/sobreaeesp/comite-de-etica-em-pesquisa/#:~:text=O%20Comit%C3%AA%20de%20%C3%89tica%20em%20Pesquisa%20(CEP)%20%C3%A9%20um%20colegiado,dignidade%20e%20para%20contribuir%20no

GRISOTTI (2020) https://doi.org/10.1590/S0103-73312020300202

MORAES e al.(2020) Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 6, p.40907-40923, jun. 2020 https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD

Astronautas das civilizações na rota da sustentabilidade: tudo começa e termina aqui, um Brasil em desalinho!

Grata satisfação de tê-lo conhecido em 1989, em Paris, quando Raoni, juntamente com Sting, criaram a Rainforest Foundation

https://youtu.be/JovhO8cFmgI

Depois, reencontramos-nos no Rio+20.

Por onde vi e nasci, minha vida traz uma afinidade ancestral pelos nossos povos indígenas de toda Nação.

Brasil em descoberta, éramos mais de 3.000.000 de silvícolas em todas américas, enquanto Lisboa na época do descobrimento detinha 40.000 habitantes, menos que os brasileiros já mortos nesses meses de pandemia num Brasil em desalinho, nesta segunda década do Século XXI!

Aonde iremos todos depois de 2020? Vamos todos sozinhos? Iremos juntos em quarentena? Ou vamos todos isolados mas todos juntos de dentro da quarentena mundial ?

A procura de um paradigma quântico e sustentável

58246d11-c54d-4fa3-b5fe-a0367a7924a8-1

Estou a procura de um emprego!!!
Empreendedor quântico e sustentável…
Quero trabalhar e empreender um país diferente.
Porque como médico formado há 30 anos, trabalhei tanto no público como no setor privado, funcionário da prefeitura desde há 21 anos, fui empresário na saúde privada e vejo com muito pesar que estamos sendo ludibriados num sistema perverso em que a indústria da doença forja sua permanência distanciando efetivamente da saúde como conquista sustentável.
O que nos coloca nós outros, os médicos, longe da resolução dos problemas da doença: a cura; e dentro do mercado de forma tão agressiva, que muitos de nossos colegas se sentem verdadeiros reféns, prisioneiros mesmos e vedetes de um arcabouço estrutural do lucro em detrimento da manutenção da saúde ou da cura do paciente.
Não posso deixar a medicina, pois, encontrei na homeopatia uma missão de cura, mas estou a procura de empreender de forma quântica uma lógica de desenvolvimento sustentável para o nosso país.
Brasil mostre sua cara, traga do sol tropical toda sua sustentabilidade!!!

Dr. Wagner Deocleciano Ribeiro
Do medicamento homeopático ao efeito quântico de uma lógica sustentável em base de empreender solução aplicada a toda hora, venha participar e se curar, obrigado.

Brasilis, Nação Tupi e não tupi

Quando nos importamos realmente com aquilo que fazemos, talvez a crise lá fora esteja bem menor…
Sonhei um dia empreender…
Pois achava que das ideias que tinha na cabeça poderiam vir a se materializar para um grande bem comum…
Produzir uma maneira de produzir um produto que se fosse aplicado, verteria sucesso a toda pessoa que nele tocasse ou que aonde, pudesse ser aplicado seria uma solução executada e uma evolução conquistada…
Li livros nos aeroportos, desde da marca Starbucks quando iniciava e antes mesmo também vi a Apple, ir se desenvolvendo…
Sempre fascinado pelo empreender e cheguei a escrever uma tese de mestrado que pudesse incubar empresas num país diferente…
Empreender, ser empreendente cheguei a definir e montar uma ong, IDESUFRAN, trabalhei com crianças carentes e que vi se tornarem professores das escolinhas de informáticas e depois empreendedores e hoje trabalham por aí num país combalido e sem ainda ser feliz!
Que país é este?
Que estamos nós todos aqui fazendo a mais para mudar?
E das crianças que ainda nascem num país dormente em berço esplêndido e que ainda virão a bailar?
Que futuro nós aqui estamos gestando? Que gesto fazemos para mudar o destino de estarmos condenados ao sacrifício da Liberdade?
Seres livres em criativas iniciativas, iniciai vossas transformações e venham ver nascer uma semente de nossa ação: eia agora enquanto há hora e nasce uma nação: Brasilis … nação tupi or not to be, né sô!!!

Wagner D. Ribeiro

A COBRA MORDE O RABO!!!

Viver a lógica da sustentabilidade que defini na minha tese de mestrado:

A VEZ E A LÓGICA DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO MUNICÍPIO DE  FRANCA-SP  E REGIÃO : A INTEGRAÇÃO  SÓCIO-AMBIENTAL NA MICROECONOMIA DO BAIRRO ATRAVÉS DE INCUBADORA DE EMPRESAS COMUNITÁRIAS  E TECNOLÓGICAS.

em 2000, em FRANCA SP pela antiga FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS, ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS DE FRANCA – FACEF, passa a ser condição “sine qua non” para dar meus próximos passos, rumo a construção do modelo de desenvolvimento que se quer sustentável, e depois vamos explicar a ação do medicamento homeopático, quando devo retornar para a vida maior, mas por hora estou desenvolvendo a empresa registrada, cujo domínio inseri no Google Suítes em omedicamentohomeopatico.com, e cujo nome: HOMEA – Agroecologia Aplicada, atualmente sediada na Impera Franca INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DE FRANCA e que tem o seguinte objetivo, como incubadora de Start-ups:

Potencializar projetos e empresas com propósitos inovadores que estejam em fase de desenvolvimento, lançamento e/ou consolidação de seu produto ou serviço no mercado,

faz deste momento impar, um eterno vir a ser, quando a cobra realmente morde o rabo, e traz para mim dois momentos da minha vida, aonde sinto que me perdi, pois, se perder num breu dos escaninhos obscuros de suas próprias esquinas, pode ser até um alento aos que convivem com você lado a lado, pode ser também um sintoma de recuperação real de sua totalidade, mas pode ser simplesmente que você nunca esteve realmente até agora, no seu devido lugar, como estou agora!!! Quando a cobra morde o rabo!!!

O MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO

O Medicamento Homeopático
Aqui pode ser a porta de entrada para seu equilíbrio pessoal dentro daquilo que Hahnemann editou em seu Organon da Arte de Curar: dar saúde ao paciente é dar-lhe autonomia para que decida seu caminho fora da doença, vamos entrar…

Escrevi este artigo abaixo na

quarta-feira, 16 de março de 2011

A Física quântica, a Termodinâmica, o eletromagnetismo e a Homeopatia: de quantos paus se fazem uma canoa.

                      Se estivéssemos numa oca e num ato tribal, precisássemos atravessar um rio; quais os elementos necessários para consolidar a travessia ?

Mas se estamos numa rede social e precisamos atravessar o oceano, basta um email que consolida a conecção entre as duas margens das praias; estamos falando em informação, interatividade e comunicação internacional. 
                    Mas quando quero falar em travessia de um paradigma para outro, como proceder de um consumo insustentável ao consumo preciso e sustentável dentro de um mundo, que urge transcender para uma lógica do século XXI e se ainda nos perdemos em quantos paus se fazem uma canoa ?
                    Para construímos um medicamento homeopático necessário uma poção mágica que integre eletromagnetismo, termodinâmica e um conceito quântico para que ativemos certos princípios que somente o fermento biológico será capaz de fermentar a massa toda, e aqui o que pretendo fermentar é a massa encefálica toda, para que façamos uma boa canoa que nos leve da margem do século XX à conquista do século XXI, e é lógico, utilizaremos O MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO…